advertising

XPML11, TRXF11, PVBI11 e mais: veja as últimas notícias sobre os fundos imobiliários

Imagem para representar os fundos de tijolo, uma categoria de fundos imobiliários que têm como objetivo principal investir os recursos dos cotistas na construção. fiis xpml11 trxf11

A seguir, apresentamos as últimas notícias referente aos fundos imobiliários (FIIs) recomendados na Empiricus.

advertising

KNRI11: o Kinea Renda Imobiliária comunicou a sua oitava emissão de cotas, com montante alvo de R$ 915 milhões por meio da emissão de 5,7 milhões de cotas nos termos da RCVM 160, destinada ao público geral. A oferta será dividida em duas séries, sendo a primeira disponível em diversas corretoras e a segunda restrita a correntistas do banco Itaú. O preço da cota de emissão será de R$ 162,74, considerando o custo de distribuição de R$ 3,19 por cota (2%). O fator de proporção será de 0,237.

O cronograma estimado indica que o período de exercício do direito de preferência será iniciado na próxima quinta-feira (28), com encerramento no dia 10 de abril. Segundo o prospecto, os recursos levantados na oferta serão destinados para a aquisição de até quatro novos imóveis classificados como A+, sendo dois do segmento de escritórios e dois do setor logístico, a cap rates no intervalo de 8% a 8,5% ao ano.

PVBI11: o VBI Prime Properties comunicou a assinatura de novo contrato de locação no ativo Vila Olímpia Corporate, totalizando 756 metros quadrados de ABL, que deve impactar positivamente a receita imobiliária mensal do fundo em R$ 0,01 por cota, após o término da carência em julho deste ano. Na parte de devoluções, foi concluída a desocupação de 1,3 mil metros quadrados no mesmo ativo pela Indeed.

Por fim, a distribuição do FII deste mês foi impactada negativamente em R$ 0,04 por cota, por conta da inadimplência de alguns locatários do The One devido a problemas operacionais, mas que já foram solucionados.

advertising

RVBI11: o fundo comunicou o encerramento da sua 2ª emissão de cotas, no qual foi captado R$ 750 milhões por meio da subscrição de 8,8 milhões de cotas, equivalentes ao montante alvo da oferta.

TRXF11: o TRX Real Estate concluiu a venda dos ativos localizados em Caucaia (CE), pelo valor acordado previamente de R$ 131,8 milhões. Segundo a gestão, R$ 81,8 milhões já foram recebidos à vista pelo fundo, sendo R$ 30,1 milhões direcionados para o pré-pagamento do CRI que financiou a aquisição dos imóveis vendidos.

XPML11: o XP Malls anunciou a sua décima primeira emissão de cotas, com o objetivo de captar cerca de R$ 1,6 bilhão por meio da emissão de cerca de 14,3 milhões de cotas em uma oferta realizada nos termos da RCVM 160, destinada para o público geral. Os investidores poderão subscrever ao preço de R$ 115,97 por cota, considerando o custo de distribuição de R$ 3,97 por cota (3,55%). O fator de proporção será de 0,359 por cota.

O cronograma estimado indica que o período de exercício do direito de preferência será iniciado hoje (26), com encerramento no dia 8 de abril. Segundo a gestão, os recursos levantados serão destinados para o pagamento das obrigações referentes à aquisição do portfólio da SYN, anunciada no último mês, e para custear a expansão e retrofit dos shoppings presentes na carteira do XPML11. O montante excedente será utilizado para reforço de caixa do fundo e para a aquisição de novos ativos imobiliários.

  • Confira neste relatório gratuito os cinco melhores fundos imobiliários para comprar agora, na visão do analista Caio Araujo.

O post XPML11, TRXF11, PVBI11 e mais: veja as últimas notícias sobre os fundos imobiliários apareceu primeiro em Empiricus.

advertising