advertising

Vivara (VIVA3) sai de série da Empiricus com microcaps que podem até duplicar em menos de dois anos; acesse

VIVA3 Vivara
Imagem: Itajaí Shopping

As recentes mudanças na liderança da Vivara (VIVA3) têm agitado o mercado financeiro, despertando curiosidade e insegurança em relação aos rumos da empresa brasileira líder no setor de jóias e acessórios. 

advertising

Desde o dia 15 de março, a empresa sofreu um tombo de R$ 1,5 bilhão em valor de mercado. O motivo? Anúncio da mudança de seu CEO. 

Tudo começou quando o conselho de administração da Vivara aprovou a nomeação de Nelson Kaufman (fundador da empresa), para assumir o cargo de CEO.

Acontece que essa notícia acabou deixando o mercado com certos receios. A ação da Vivara, que começara o dia caindo 6-7%, aprofundou a queda depois que o fundador fez um discurso polêmico.

Como resultado, no dia do anúncio, as ações da empresa caíram 14%, com um volume negociado superando 20x a média diária. Só no último mês, a ação VIVA3 já despencou 22%.

Nova troca em pouco tempo: boas notícias virão?

advertising

Diante da resposta negativa do mercado, dez dias depois, o fundador voltou atrás e renunciou ao cargo. A empresa anunciou no último dia 25 que Otavio Lyra (atual CFO) assumirá o cargo. Kaufman presidirá o conselho da companhia. 

Ainda não se sabe se as novas notícias da companhia serão capazes de fazer as ações da companhia recuperarem um bom posicionamento na Bolsa. 

Fato é que, nas últimas semanas, o papel de Vivara (VIVA3) deixou de fazer parte da série que reúne as microcaps recomendadas pela Empiricus Research, a maior casa de análise financeira independente do país. 

Essa carteira foi responsável por entregar um lucro de até 813,27% aos seus assinantes com uma única ação – que permaneceu entre as recomendações da série entre janeiro/2015 e junho/2022.*

Estamos falando de uma chance de multiplicar o capital por até 9x em sete anos. Parece bom, né?

Com essa ação específica, R$ 1 mil virariam R$ 9.130. Quem entrou com R$ 5 mil, pôde sair com R$ 45.663. Se o leitor tivesse colocado R$ 10 mil nesta operação, terminaria o período com R$ 91.327 em seu bolso.

Para entender como se posicionar diante do cenário atual e buscar lucros médios de 100%, 200% 300% ou até 800% nos próximos 18 meses, com recomendações de ações microcaps como essa, fique até o final do texto. 

ACESSE A CARTEIRA DE MICROCAPS DA EMPIRICUS

O que são microcaps? Saiba como se posicionar no contexto atual de queda da taxa Selic

Microcaps são ações de empresas de pequeno porte que estão na Bolsa de Valores com valor de mercado avaliado em menos de R$ 1 bilhão – como é o caso da SQIA3, papel da Sinqia que foi responsável pelo lucro de 813,27% mencionado acima.

Por serem menores, as microcaps têm maior assimetria comparado com ações de empresas consolidadas. Ou seja, elas têm mais espaço para crescer e entregar lucros aos acionistas

Várias empresas de grande porte já foram consideradas microcaps em algum momento. Atualmente, elas possuem um valor de mercado estimado que pode atingir até R$ 80 bilhões.

A influência do ciclo de redução dos juros

Considerando a última atualização da taxa básica de juros, a Selic, o corte para 10,75% ao ano representa um estímulo aos investidores acionistas. Isso porque é conhecido que períodos de juros baixos tendem a estimular o desempenho dos ativos de risco, como é o caso das ações da Bolsa.

Quando se trata das microcaps, o cenário dentro do ciclo de queda de juros é mais otimista ainda. E isso se explica pelos seguintes pontos: 

  1. Potencial de crescimento acelerado: com custos de financiamento mais baixos, as microcaps têm mais flexibilidade para investir em expansão e inovação. Isso pode impulsionar seu crescimento em comparação com empresas de maior porte. 
  1. Investimento lucrativo: enquanto os investimentos em renda fixa oferecem retornos menores com juros mais baixos, as microcaps são uma alternativa atraente e com mais espaço para crescimento.
  1. Potencial de valorização: os fluxos de caixa futuros das microcaps têm um valor presente mais alto, o que pode oferecer oportunidades significativas de valorização do investimento ao longo do tempo. 

É claro que retornos passados não são garantias de retornos futuros, porém as microcaps oferecem um potencial de retorno significativo. Ainda mais quando se tem orientações de analistas profissionais certificados e com histórico consolidado. 

4 MICROCAPS QUE PODEM SUBIR ATÉ 100% EM 18 MESES: ACESSE AQUI

Conheça a carteira de microcaps com histórico de retorno de 386% desde sua criação

Quer entender melhor o potencial de geração de ganhos que as microcaps representam? Um exemplo prático desses resultados é o de Antonio, que lucrou exatos R$ 53.910,70 com uma das recomendações da casa de análise:

Fonte: leitor da Empiricus

Vale destacar que o retorno do benchmark das microcaps, o índice SMLL, é de 79.69% desde a criação da carteira. Já o retorno dessa carteira recomendada, no mesmo período, foi de 386% – mais de 4x o benchmark. Parece interessante, né?

Esse é o poder das microcaps. Elas têm o potencial de impulsionar os lucros da Bolsa e recompensar os investidores que têm paciência. 

VEJA COMO INVESTIR EM MICROCAPS AGORA

Sem Vivara (VIVA3): acesse a série de microcaps recomendadas pela Empiricus

Diante do atual cenário do mercado, o vice-presidente do grupo Empiricus, Rodolfo Amstalden, acaba de atualizar sua carteira de microcaps recomendadas. 

Sua série possui agora 4 ações que têm o maior potencial de valorização da Bolsa. São microcaps cuidadosamente selecionadas por ele e que têm tudo para até duplicar de valor nos próximos 18 meses

E o melhor: essas ações não dependem do cenário macroeconômico, nem mesmo da nossa política para poder crescer e multiplicar o seu valor investido por até 100%.

Vivara (VIVA3) estava nessa carteira até bem pouco tempo atrás, mas deixou de ser uma recomendação da casa de análise. Agora, essas outras 4 ações são as que podem até dobrar de preço em 18 meses e, por isso, deveriam estar na sua carteira agora.

Lucros de 100%, 200%, 300% ou até 800%, calculados por meio de modelos matemáticos validados no mercado financeiro, poderão ser obtidos com essas microcaps em menos de dois anos, na visão dos analistas.

Se você tem capital disponível para investir e está em busca de oportunidades ímpares, essa pode ser a chance que você estava esperando. 

Para demonstrar o interesse em conhecer esses 4 tickers, clique no botão abaixo e entre na lista de prioridade da casa de análise: 

O post Vivara (VIVA3) sai de série da Empiricus com microcaps que podem até duplicar em menos de dois anos; acesse apareceu primeiro em Empiricus.

advertising