advertising

Vale a pena investir em Lojas Renner (LREN3)? Empiricus Research analisa varejo brasileiro

Renner LREN3
Imagem: Divulgação/Renner

Toda vez que a BlackRock “coloca as mãos” sobre alguma ação de empresa brasileira, os investidores ficam de olho. Afinal, não é qualquer papel que desperta o interesse da maior gestora de ativos do mundo. E foi isso que aconteceu nos últimos dias: a BlackRock anunciou o aumento de participação acionária na Lojas Renner (LREN3).

advertising

A gestora detém, agora, 144.762.087 ações ordinárias da Renner, cifra que representa 15,028% do total de ações da maior varejista brasileira.

No entanto, a chegada de mais “dinheiro gringo” nessa empresa brasileira não faz com que Lojas Renner seja unanimidade entre as recomendações feitas por especialistas daqui.

A Empiricus Research, por exemplo, que está entre as maiores casas de análise financeira do país, prefere ter ações de uma outra empresa do setor na carteira agora.

Para os analistas da Empiricus, essa outra companhia do varejo tem uma operação mais resiliente do que suas concorrentes e negocia a um preço excessivamente descontado na Bolsa atualmente, podendo entregar os maiores lucros a seus acionistas.

[GRATUITO] VEJA A VAREJISTA MELHOR QUE LOJAS RENNER + 9 AÇÕES PARA INVESTIR AGORA

Saiba qual é a varejista que vale seu investimento agora, segundo a Empiricus

advertising

Uma demanda resiliente, menos sensível a oscilações econômicas e a remarcações de preço: essas são algumas das características que tornam a Arezzo&Co (ARZZ3) a principal recomendação de investimento no varejo agora, para os analistas da Empiricus Research. 

Criada em 1972, a Arezzo&Co é um conglomerado de moda voltado para o público de alta renda, dono de marcas como Arezzo, Schutz, Reserva, além de controlar a operação de Vans no Brasil.

A posição de liderança no varejo de moda entre as classes A e B, aliada à qualidade dos produtos e à força de suas marcas, é que gera à Arezzo as características de resiliência citadas logo acima. Isso é o que diz a analista Larissa Quaresma, em relatório recente da Empiricus Research. 

“Em momentos como o atual, em que a renda doméstica ainda está fragilizada (afetando principalmente as empresas expostas às classes C e D), Arezzo tende a ter uma operação mais resiliente que a de outros players do setor, protegendo a rentabilidade do negócio.”

Além dessa posição privilegiada no mercado brasileiro, a analista também acredita que Arezzo pode se beneficiar de avenidas de crescimento ainda pouco exploradas no negócio (você pode conferir quais são essas avenidas de crescimento clicando aqui).

Ainda existem dois pontos de destaque na tese de investimento em ARZZ3. Um deles é a internacionalização da marca, que dá seus primeiros passos nos Estados Unidos e em países da Europa. 

O outro é a recente notícia sobre a fusão entre a Arezzo e o Grupo Soma (SOMA3), dono de marcas como Animale, Farm e Hering.

Essa fusão criará a segunda maior varejista de moda no país em receita anual, atrás apenas da Renner. Essa já é a maior fusão do varejo nacional desde 2011, quando houve a união entre Raia e Drogasil. 

“Desde 2019, o crescimento inorgânico se tornou uma parte importante da expansão da companhia, e esperamos que continue a ser nos próximos anos, envolvendo grandes ou pequenas parcerias estratégicas”, diz Larissa Quaresma em relatório recente.

Melhor investir agora, enquanto a ação está barata

Mesmo em meio a um período de juros altos como foram os últimos anos, algo que trouxe dificuldades para o setor de varejo no país, a Arezzo (ARZZ3) conseguiu converter boa parte de seu ebitda em fluxo de caixa para o acionista, mantendo baixa alavancagem financeira. “Com isso, ARZZ3 reforça ainda mais sua superioridade”, destaca a analista.

Além disso, segundo Larissa, o papel da companhia negocia a um múltiplo para 2024 excessivamente descontado, se comparado a sua média histórica dos últimos cinco anos. 

Ou seja: trata-se de uma oportunidade de pagar barato em uma ação brasileira com potencial grande de valorização – o que pode se converter em lucro para o bolso do acionista. 

RELATÓRIO GRATUITO: VEJA A TESE COMPLETA DE INVESTIMENTO EM AREZZO (ARZZ3) + 9 AÇÕES BRASILEIRAS

Faça como a BlackRock e diversifique a sua carteira de ações

Para manter uma carteira equilibrada, a BlackRock mantém posição acionária em empresas de diferentes segmentos da economia, no Brasil e no mundo.

A maior gestora de ativos do mundo sabe que não adianta investir só em ações do varejo, por exemplo, e deixar de apostar na valorização de ações de outros setores – o que potencializa a chance de lucros e também dilui os riscos da carteira.

Da mesma forma, você também precisa diversificar a sua carteira de investimentos para 2024. Por isso, recomendo que dê uma olhada nas 10 ações que a Empiricus Research recomenda em seu relatório de fevereiro.

A carteira elaborada pela analista Larissa Quaresma, para este mês, apresenta Arezzo (ARZZ3) e mais nove oportunidades de ações que:

  • São de empresas com capacidade de execução comprovada;
  • Estão negociando abaixo da média histórica;
  • Possuem gatilho para valorização no curto prazo;
  • E têm o maior potencial de gerar ganho de capital, sem deixar a proteção do patrimônio de lado.

O acesso à carteira com 10 ações recomendadas para fevereiro é totalmente gratuito. Você não paga nada e nem precisa abrir conta em corretora para conhecer as apostas da Empiricus Research para este mês.

Basta clicar aqui ou no botão abaixo, informar o seu e-mail de contato e, em poucos minutos, o PDF com as 10 teses de investimento completas estarão disponíveis no seu celular ou computador. Veja agora:

O post Vale a pena investir em Lojas Renner (LREN3)? Empiricus Research analisa varejo brasileiro apareceu primeiro em Empiricus.

advertising