advertising

Retrospectiva da renda fixa: em 2023, os títulos do Tesouro Direto superaram o Ibovespa e CDI; veja em quais vale a pena investir em 2024

tesouro direto título público selic alvo renda fixa
Imagem: Freepik

O ano de 2023 terminou de forma positiva para os investidores das principais categorias do mercado financeiro. E aqueles que apostaram na renda fixa, mais especificamente em títulos prefixados do Tesouro Direto, conseguiram auferir ótimos retornos.

advertising

Essa categoria de títulos superou o CDI — que no acumulado do ano rendeu 13% — e também bateu os 22% de ganho obtido pelo Ibovespa. O grande campeão entre os prefixados do Tesouro Direto foi o título com vencimento em 2029, que, em 2023, valorizou 27,51%

Além deste, os títulos prefixados com juros semestrais com vencimento em 2033 e 2031 entregaram valorizações de 26,33% e 24,61%, respectivamente.

Tanto o primeiro quanto o segundo colocado do ranking de títulos do Tesouro Direto que mais entregaram retorno em 2023 continuam disponíveis para compra

Mas, antes de sair correndo para comprar esses ativos, é importante entender o que está em jogo para a renda fixa e como isso pode afetar a rentabilidade desses títulos em 2024.

Queda da taxa de juro favoreceu os títulos prefixados em 2023

advertising

No geral, todos os títulos de renda fixa entregaram uma boa rentabilidade aos investidores. Contudo, os prefixados acabaram se destacando. 

Acontece que esses títulos se beneficiaram do corte de juros e da queda da inflação. Isso mesmo, parece contraditório, mas eu explico. 

Se você já investe em renda fixa há algum tempo deve saber que a Selic é uma das principais referências para esses ativos. 

Contudo, nem sempre a correlação entre a taxa básica de juros e esses títulos é direta. É o que acontece com os prefixados. 

Para ficar mais claro, pense no seguinte exemplo: você comprou um título do Tesouro Direto, prefixado, com retorno de 15% ao ano, com vencimento em 1 ano. 

Algum tempo depois, por conta de cortes na Selic, o título similar, com a mesma data de vencimento passou a ser oferecido com um retorno de 10% ano.

Na prática, o investidor que adquiriu o título conseguiu travar uma rentabilidade de 15% ao ano, enquanto um produto similar está entregando apenas 10%. Isso valoriza o título no mercado, caso o investidor o venda antes do vencimento.

Os títulos do Tesouro possuem valor de face (vencimento) de R$ 1.000 e o valor de compra é determinado pelo desconto da rentabilidade prometida. 

Assim, quando a rentabilidade de novos títulos emitidos cai, o valor de títulos antigos, com rentabilidade mais alta, sobe. É o que é chamado de marcação a mercado.

Ou seja, aqueles que se anteciparam e compraram títulos prefixados antes do corte da Selic, conseguiram acumular excelentes retornos em 2023.

E provavelmente você deve estar se perguntando: 

Vale a pena repetir a estratégia em 2024?

Segundo o Boletim Focus divulgado na terça-feira (02), a expectativa é de que a Selic termine 2024 em 9%

Considerando que o patamar atual da taxa de juros é de 11,25% estamos falando de um corte de 20% na Selic. 

Diante disso, muitos podem pensar: “se a Selic vai cair mais, os títulos prefixados tendem a valorizar ainda mais”.

Bem, isso é verdade, mas depois de quatro cortes consecutivos na Selic, o Tesouro Direto prefixado 2029 começou em 2024 oferecendo um retorno de 10,21% ao ano

Ou seja, se você comprar esse título agora, pode se beneficiar da queda dos juros. Contudo, os ganhos com a marcação a mercado serão limitados, pois o mercado já projeta uma Selic menor para 2024 e essa provável queda dos juros ao longo do ano já está precificada nos novos títulos. 

Nesse sentido, os analistas da Empiricus Research acreditam que a estratégia para investir em renda fixa em 2024 deve ser outra.

Gratuito: veja 4 títulos ‘premium’ da renda fixa para buscar lucros de até 13% em 2024

Como expliquei anteriormente, a queda da Selic tende a beneficiar os investidores posicionados há mais tempo em títulos prefixados. 

Por outro lado, isso não significa que você não tem a chance de continuar buscando boas rentabilidades na renda fixa. 

De acordo com Lais Costa, analista especialista em renda fixa da Empiricus Research, para 2024 “os títulos indexados à inflação isentos de IR continuam oferecendo taxas atrativas, além de proteção para o investidor pessoa física”.

Nesse sentido, a analista selecionou 4 títulos “premium” para quem deseja buscar retornos na renda fixa. 

Entre as recomendações está um ativo com retorno de IPCA + 9,4% ao ano, com duração de 3 anos. Considerando que as projeções para a inflação são de 3,9% em 2024, estamos falando de um potencial de retorno aproximado de 13,3% em 2024. 

A boa notícia é que você pode conhecer a carteira de renda fixa para investir em 2024 em primeira mão. 

Acontece que a Empiricus Research está oferecendo como cortesia o acesso gratuito a carteira com os 4 títulos “premium” da renda fixa.

Para liberar o seu acesso a essas recomendações, basta clicar neste link e seguir as instruções. 

Fazendo isto, além dos 4 títulos para 2024, você vai conhecer as recomendações da Empiricus Research para investir em:

  • Ações; 
  • Dividendos; 
  • Fundos Imobiliários; 
  • Ações Internacionais; e
  • Criptomoedas.

Tudo isso de graça. Para receber todas essas recomendações em primeira mão, é só clicar no botão abaixo e fazer o seu cadastro. 

Como disse, você não paga nada e ainda pode lucrar muito com as recomendações. 

O post Retrospectiva da renda fixa: em 2023, os títulos do Tesouro Direto superaram o Ibovespa e CDI; veja em quais vale a pena investir em 2024 apareceu primeiro em Empiricus.

advertising