advertising

Renda fixa: três CDBs IPCA+ para aproveitar a abertura das curvas de juros reais e nominais

Renda Fixa planta moedas cdb
Renda fixa. Imagem: Freepik

A semana iniciou em tom negativo com elevação das taxas de juros globais, apesar de uma certa acomodação na manhã de ontem (6).

advertising

Nos EUA, a abertura da curva de juros reflete principalmente o dado robusto de mercado de trabalho divulgado na semana passada, com forte criação de vagas e aumento dos salários.

O dado de folha de pagamento (payroll) mostrou um crescimento muito acima das expectativas dos analistas em janeiro (353 mil versus estimativa de 185 mil), com revisão das últimas duas leituras para cima, e a taxa de desemprego se manteve estável em 3,7% contrariando as expectativas de aumento para 3,8%. Ainda mais relevante, a média de rendimentos por hora subiu o dobro do esperado (0,5% versus 0,3%).

É importante pontuar que o mês de janeiro tem se mostrado um mês de grandes desvios das estimativas. Nos últimos quatro anos, o payroll mostrou expansão de cerca de duas vezes maior que as estimativas dos analistas, por isso, muito embora o dado reforce o momento positivo da economia americana, é preciso continuar analisando a tendência média desses indicadores à frente.

De todo modo, a robustez da economia americana aumenta o espaço do Federal Reserve (Fed) para continuar com uma condução retórica contrária à precificação de mercado dos últimos meses.

advertising

Segundo Powell, é pouco provável que haja confiança suficiente dos diretores do banco central para entregar o primeiro corte de juros na reunião de março (que chegou a ser o cenário base do mercado), ou seja, não estamos prestes a ver o início do ciclo de corte de juros por lá.

No Brasil, nesta manhã o Banco Central (BC) divulgou a ata da primeira reunião de política monetária do ano. No documento, a autarquia manteve o tom duro (hawkish) e reforçou a mensagem de cautela que vem sendo a tônica desse ciclo de queda da Selic.

Entre as alterações em relação a última ata, é notória a preocupação com o aumento “dos rendimentos reais”, isto é, a elevação dos salários acima da taxa de inflação e seus desdobramentos sobre a inflação de serviços.

Vale lembrar que, no primeiro IPCA-15 deste ano, divulgado no último dia 26, o grupo de serviços ficou consideravelmente abaixo das projeções, porém, a leitura benigna se deu basicamente pela forte queda de contribuição de passagens aéreas. A medida de núcleo de serviços, por outro lado, mostrou uma composição marginalmente pior, ainda que em uma dinâmica benigna.

De maneira geral, não esperamos mudanças na trajetória de juros do Banco Central. A Selic deve continuar caindo no ritmo de 50 pontos-base no primeiro semestre deste ano. Considerando o nível de juro real neutro indicado pelo BC, ainda há bastante espaço para continuar a redução das taxas de juros vis-à-vis a proximidade da inflação com o centro da meta da autoridade monetária.

Cardápio de renda fixa da semana

Olhando para os preços de mercado, a abertura recente das curvas de juros reais e nominais nos parece uma oportunidade para os investidores. Por isso, continuamos recomendando títulos indexados à inflação de prazo médio.

Características do CDB IPCA+ do Banco BTG Pactual
Classificação de risco da instituição Fitch: AAA(bra)
Público-alvo Investidores em geral
Onde encontrar BTG Pactual
Aplicação mínima R$ 1 mil
Aplicação máxima
Liquidação D+0
Vencimento (prazo) 06/02/2027 (1096 dias corridos)
Rentabilidade anual IPCA+ 5,90%
Tributação 15%
Pagamento de juros No vencimento
Resgate No vencimento
Garantias Fundo Garantidor de Créditos (FGC)
Horário limite de aplicação 17h
Características do CDB IPCA+ do Banco Sofisa
Classificação de risco da instituição Fitch: brAA-
Público-alvo Investidores em geral
Onde encontrar Banco Sofisa
Aplicação mínima R$ 1
Aplicação máxima
Liquidação D+0
Vencimento (prazo) 07/02/2028 (1462 dias corridos)
Rentabilidade anual IPCA+ 6,00% 
Tributação 15%
Pagamento de juros No vencimento
Resgate No vencimento
Garantias Fundo Garantidor de Créditos (FGC)
Horário limite de aplicação 22h
Características do CDB IPCA+ do Banco Daycoval
Classificação de risco da instituição Fitch: brAA-
Público-alvo Investidores em geral
Onde encontrar Banco Daycoval
Aplicação mínima R$ 1 mil
Aplicação máxima
Liquidação D+0
Vencimento (prazo) 07/02/2029 (1828 dias corridos)
Rentabilidade anual IPCA+ 5,87% 
Tributação 15%
Pagamento de juros No vencimento
Resgate No vencimento
Garantias Fundo Garantidor de Créditos (FGC)
Horário limite de aplicação 14h

Para a sua reserva de emergência, aquele dinheiro que você pode precisar no curtíssimo prazo, recomendamos apenas o Tesouro Selic, disponível na plataforma do Tesouro Direto, ou fundos DI taxa zero

O post Renda fixa: três CDBs IPCA+ para aproveitar a abertura das curvas de juros reais e nominais apareceu primeiro em Empiricus.

advertising