advertising

Redefinição Estratégica: Citigroup Anuncia Redução de 20.000 Empregos após Prejuízo no Quarto Trimestre

Redefinição Estratégica: Citigroup Anuncia Redução de 20.000 Empregos após Prejuízo no Quarto Trimestre

O Citigroup (C) divulgou nesta quinta-feira sua decisão de cortar 20.000 postos de trabalho nos próximos dois anos, em resposta a um prejuízo de 1,8 bilhão de dólares no quarto trimestre.

advertising

A presidente-executiva, Jane Fraser, expressou desapontamento em relação ao desempenho do quarto trimestre, afirmando que estão cientes da crítica importância do ano de 2024. Em uma ampla reorganização, o banco, atualmente com 239 mil funcionários globalmente, pretende reduzir esse número em 20 mil, conforme detalhado pelo vice-presidente financeiro, Mark Mason, em uma coletiva de imprensa.

Além disso, o Citigroup planeja diminuir seu quadro de pessoal em mais 40 mil vagas após a cisão e listagem do banco mexicano de varejo Banamex em uma oferta pública inicial. Com essas mudanças, o objetivo é atingir um nível de 180 mil funcionários, informou Mason.

Analistas destacam que, excluindo encargos não recorrentes, os resultados do Citigroup demonstraram resiliência. Octavio Marenzi, presidente-executivo da consultoria de gestão Opimas, mencionou que, apesar do prejuízo expressivo de 1,8 bilhão de dólares, os negócios do banco mostraram força.

O prejuízo foi impactado por encargos de 3,8 bilhões de dólares, incluindo despesas de reorganização, reservas para desvalorizações cambiais e instabilidade na Argentina e Rússia, além de um pagamento de 1,7 bilhão de dólares para repor o fundo de seguro de depósitos FDIC.

advertising

Para este ano, o Citigroup prevê encargos adicionais de 700 milhões a 1 bilhão de dólares relacionados a custos de demissão e reorganização.

Enquanto isso, rivais como JPMorgan Chase (JPM) e Bank of America (BAC) anunciaram resultados trimestrais mais baixos, contrastando com o desempenho superior do Wells Fargo, impulsionado pelos cortes de custos.

A receita do Citigroup registrou uma queda de 3%, totalizando 17,4 bilhões de dólares no trimestre em comparação ao ano anterior. Pela primeira vez, o banco separou os lucros de suas cinco unidades, refletindo serviços, mercados, banking, personal banking e patrimônio, anteriormente agrupados em divisões mais amplas.

Apesar da reorganização e das adversidades, os consumidores começaram a apresentar sinais de estresse financeiro, levando o Citigroup a criar uma provisão maior para cobrir possíveis perdas relacionadas a dívidas de cartões de crédito, hipotecas e empréstimos. Este movimento estratégico visa posicionar o banco para enfrentar os desafios econômicos iminentes.

advertising