advertising

O que esperar dos resultados de Arezzo (ARZZ3) no 4T23 e em 2024?

Investor Day da Arezzo (ARZZ3)
Imagem: Money Times/Diana Cheng

Tivemos uma conversa de atualização com a Arezzo &Co (ARZZ3) após a sanção definitiva da MP das Subvenções e passado o período de festas, importante para as vendas.

advertising

Saímos da reunião com pouca mudança nas nossas perspectivas: para o 4T23, reduzimos a projeção de receita, mas melhoramos a rentabilidade e a geração de caixa.

Para 2024, mantivemos nossos números praticamente inalterados, em um ano que deve ser de crescimento consistente, embora não explosivo, e rentabilidade em expansão, com bastante geração de caixa.

A nova Diretora de Relações com Investidores salientou que houve uma limpeza na rede de franqueados da Reserva no 4T23, com a saída de alguns lojistas. Isso deve afetar negativamente a expansão das vendas à rede de franquias (“sell-in”).

Entretanto, acreditamos que as vendas diretas ao consumidor, seja por meio do e-commerce ou das lojas próprias (“sell-out”), devem continuar em um ritmo forte, resultando em um crescimento consolidado entre 10% e 12%.

advertising

Em termos de rentabilidade, a companhia deve ter uma expansão de margem considerável, devido à maior participação de vendas a preço cheio, com menos promocionamento na Black Friday.

Por fim, projetamos mais uma melhora no capital de giro, com ampliação do prazo de pagamento a fornecedores, os quais haviam pedido pagamentos antecipados durante a “crise de crédito” no primeiro semestre.

Sabemos, contudo, que o 4T23 já está no retrovisor.

O que o mercado espera de Arezzo em 2024?

O mercado já passou a olhar para 2024, ano em que a companhia deve entregar um crescimento de receita respeitável, entre 10% e 15%.

Além disso, projetamos mais expansão de rentabilidade operacional, fruto de preços médios maiores e esforços de eficiência.

A respeito dos impostos, mantemos a abordagem conservadora, projetando maior alíquota de IR/CSLL como resultado da MP das Subvenções.

Com isso, estamos mais otimistas que o mercado a respeito do lucro antes de impostos, mas nossas projeções ficam abaixo do consenso para a linha final do resultado.

Isso nos sugere que os analistas ainda não revisaram as premissas de imposto corporativo, ao mesmo tempo em que consideram pouco ganho de eficiência operacional no ano.

Fontes: Estimativas Empiricus, Bloomberg

A geração de caixa deve ser o grande destaque do ano. Apenas 25% das lojas abertas devem ser próprias, com o restante sendo franquias, as quais demandam quase nenhum investimento inicial por parte da companhia. Ademais, reduções adicionais no estoque devem melhorar o consumo de capital de giro.

Em suma, esperamos um ano de crescimento decente, boa rentabilidade e geração de caixa respeitável, em contraste aos concorrentes voltados para a média renda, com operações ainda aquém do potencial. Importante que essa projeção não incorpora nenhum movimento estratégico, como o licenciamento de novas marcas, o que poderia ser um gatilho positivo para a ação.

No todo, essa perspectiva está em linha com o que já esperávamos desde o Arezzo Day, sem grandes surpresas. Após a queda de ~10% neste início de ano, ARZZ3 passou a negociar a um múltiplo de 13,9x o lucro que projetamos para 2024, o que consideramos justo para uma operação previsível e rentável como a da companhia.

O post O que esperar dos resultados de Arezzo (ARZZ3) no 4T23 e em 2024? apareceu primeiro em Empiricus.

advertising