advertising

McDonald’s (MCDC34) lança rede de cafeteria CosMc’s: isso favorece a ação americana?

Imagem: Divulgação/McDonald’s

Nesta segunda-feira (11), o McDonald’s (MCDC34) lança sua mais nova criação, o CosMc’s, uma cafeteria para ser concorrente da rede Starbucks. O nome é inspirado em um personagem que a rede de fast food criou na década de 1980 e reviveu em algumas campanhas nos Estados Unidos durante 2023.

advertising

A princípio serão abertas apenas 10 lojas-piloto nos EUA até o final de 2024. A primeira inaugurou hoje, na cidade de Bolingbrook, Illinois.

“A ideia da companhia é criar um cardápio para a pessoa consumir por volta das 15h, 16h, no horário do café da tarde mesmo”, comenta Enzo Pacheco, analista da Empiricus Research. “É um mercado que vale 100 milhões de dólares, mas temos que lembrar que ainda é um teste, são só 10 lojas por enquanto e o CEO da companhia disse que não pretende expandir no curto prazo, então não é isso que vai mudar o resultado do McDonald’s por enquanto“.

Investor Day do McDonald’s (MCDC34)

No encontro anual para investidores, a rede de fast food também anunciou que pretende expandir em 25% o número de lojas ao redor do mundo. Além dos atuais 42 mil restaurantes, a ideia é abrir mais 9 mil até o 2027.

“Lembrando que a maior parte dos restaurantes do McDonald’s são franquias. Desde meados dessa última década, a companhia tem migrado para esse formato, em que o franqueado arca com os custos da unidade. Com isso, a receita da companhia acaba tendo margens maiores”, explica Pacheco.

advertising

Outro ponto a ser endereçado pela empresa, destaca o analista, é a expansão do número de usuários do aplicativo do McDonald’s e do programa de fidelidade. Hoje, são 150 milhões de apps baixados; o objetivo dela é aumentar para 250 milhões.

“Tudo isso mostra que a empresa deve continuar apresentando receita e margem crescente. E, como a empresa tem bons números e potencial de crescimento, acho um bom ativo para ter no portfólio hoje, numa posição de no máximo 7% (dentro da parcela de empresas internacionais), dada a forte performance do papel nos últimos dois meses”, recomenda o analista.

Inteligência artificial nas lanchonetes vai favorecer os negócios?

Recentemente, a companhia também divulgou uma parceria com o Google Cloud para usar o hardware, os dados e a inteligência artificial da plataforma para avaliar o rendimento da equipe e encontrar soluções de melhoria da experiência do cliente.

Em relação a um possível impacto na receita da rede, Pacheco afirma: “Vejo muito mais como uma alternativa para otimizar as operações e os custos de uma loja, para entender se tem excesso de oferta ou de demanda, do que exatamente algo que vá aumentar a receita. No longo prazo, depois que o IA gerar ajustes nos restaurantes, pode ser que gere receita”.

Para conferir a entrevista completa do analista, é só dar “play” aqui:

O post McDonald’s (MCDC34) lança rede de cafeteria CosMc’s: isso favorece a ação americana? apareceu primeiro em Empiricus.

advertising