advertising

BYD expande produção de baterias para veículos pesados na Zona Franca de Manaus

BYD expande produção de baterias para veículos pesados na Zona Franca de Manaus

Descubra como a BYD está ampliando sua produção de baterias para veículos pesados na Zona Franca de Manaus, impulsionando o processo de eletrificação da frota de ônibus e beneficiando-se de um novo Processo Produtivo Básico (PPB) assinado com o governo. Saiba mais!

advertising

A BYD (Build Your Dreams) anunciou recentemente sua decisão de expandir a produção de baterias para veículos pesados na Zona Franca de Manaus. Essa iniciativa é resultado da definição de um Processo Produtivo Básico (PPB) assinado com o governo, visando atender aos requisitos mínimos estabelecidos para garantir benefícios fiscais do polo industrial. Este movimento estratégico representa um avanço significativo no segmento de veículos elétricos no Brasil.

O PPB, que estabelece etapas fabris mínimas para a fabricação de determinados produtos, foi desenvolvido em colaboração com os ministérios do Desenvolvimento e da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). A iniciativa reflete o compromisso tanto da empresa quanto do governo brasileiro com a promoção da indústria nacional e o estímulo à adoção de tecnologias limpas e sustentáveis.

O interesse da BYD em expandir sua produção de baterias para veículos pesados no país é evidenciado pelo investimento significativo realizado no Brasil nos últimos anos. Além disso, a empresa iniciou a construção de uma fábrica de carros eletrificados em Camaçari, na Bahia, em 2023, demonstrando seu comprometimento com o mercado brasileiro e com a transição para a mobilidade elétrica.

Segundo Alexandre Baldy, conselheiro especial da BYD, o PPB será fundamental para acelerar o processo “irreversível” de eletrificação da frota de ônibus. Essa aceleração é crucial para reduzir as emissões de gases poluentes e promover uma mobilidade mais sustentável em todo o país.

advertising

Durante a fase de consulta pública do PPB, importantes contribuições foram feitas por empresas como a WEG e a Moura, que já possuem experiência na fabricação de baterias no Brasil. Essa colaboração entre diferentes atores do setor industrial demonstra a importância do diálogo e da cooperação para o desenvolvimento de políticas e iniciativas voltadas para a inovação e o crescimento sustentável.

A fábrica de baterias de fosfato de ferro-lítio da BYD, inaugurada em 2020 com um investimento inicial de 15 milhões de reais, tem desempenhado um papel fundamental no fornecimento de baterias para ônibus elétricos da empresa, montados em Campinas (SP). Com uma capacidade de produção atual de 1 GWh por ano, a expansão da produção na Zona Franca de Manaus representa um marco importante na jornada da BYD rumo à liderança no mercado de veículos elétricos no Brasil.

Em resumo, a decisão da BYD de expandir sua produção de baterias para veículos pesados na Zona Franca de Manaus é um passo significativo rumo à consolidação do país como um importante player na indústria de veículos elétricos. Com o apoio do governo e o compromisso com a inovação e a sustentabilidade, a BYD está contribuindo para uma mobilidade mais limpa e eficiente no Brasil.

advertising