advertising

BTLG11, HGLG11, HSML11 e mais dois FIIs: confira as notícias da semana sobre os fundos imobiliários

cancelamento da distribuição de dividendos de fundos imobiliários fiis mp
Imagem: Freepik

A seguir, apresentamos as últimas notícias referente aos fundos imobiliários (FIIs) recomendados na Empiricus.

advertising

BTLG11: o BTG Pactual Logística informou que ocorreu a reposição de locatários no imóvel BTLG Mauá, com a Obramax expandindo o seu espaço ocupado para mais um módulo, consolidando a sua ocupação em 7,5 mil metros quadrados de área bruta locável (ABL). O novo contrato foi assinado com valor alinhado ao praticado anteriormente e o prazo de locação foi estendido por mais 24 meses. 

HSML11: o fundo concluiu a alocação dos recursos captados em sua 3ª emissão de cotas, efetuando o pré-pagamento de parte dos CRIs referentes a aquisição dos shoppings Paralela e Uberaba, no valor de R$ 332 milhões. Os acertos levam em consideração multa equivalente a 1,1% do montante pré-pago. 

Após a operação citada acima, o saldo total de CRIs do fundo deve ficar em R$ 614,1 milhões, já considerando o pré-pagamento de R$ 105 milhões decorrentes da alienação de 30% do Shopping Pátio Maceió. Deste modo, o loan to value (LTV) do HSML11 passa a ser de 14,8%.

HGLG11: o CSHG Logística firmou um compromisso de compra e venda relacionado a um terreno de 169,2 mil metros quadrados pertencente ao ativo HGLG São José dos Campos, que será desmembrado para a conclusão do negócio e posterior desenvolvimento de um loteamento. O resultado da operação será apurado após a elaboração de laudo de avaliação independente.

advertising

Caso concluída, a venda será no valor total de R$ 12,5 milhões (cerca de R$ 74 por metro quadrado), recebidos por meio de parcelas mensais de R$ 50 mil a partir da data do desmembramento até a data de publicação do decreto de aprovação final do projeto de loteamento. O valor remanescente será recebido integralmente até 60 dias contados após aprovação do projeto ou do dia 16 de novembro de 2028, o que acontecer primeiro. Os valores serão corrigidos pelo IPCA do período.

PVBI11: o VBI Prime Properties comunicou o encerramento do período de exercício do direito de preferência no âmbito da sua 6ª emissão de cotas, no qual foram subscritas 305,6 mil cotas, equivalente a R$ 30,67 milhões, restando 7,67 milhões de cotas que poderão ser subscritas durante o período público.

TRXF11: o TRX Real Estate comunicou a assinatura de um memorando de entendimentos (MOU) para a venda de 8 lojas locadas para o Assaí (7) e GPA (1), além da compra de 3 imóveis ocupados pela Decathlon. O valor negociado para a alienação dos ativos foi de R$ 613,4 milhões, o que gera um cap rate de 7,25% ao ano. O montante será recebido de forma parcelada ao longo dos próximos 18 meses após o fechamento da transação. A gestão estima ganho de capital de R$ 109 milhões (R$ 7,12 por cota) para o TRXF11, o que já considera a sua participação no TRXB11, gerando uma taxa interna de retorno (TIR) de 14,1% ao ano. O montante recebido será destinado para a redução da alavancagem do fundo.

No lado da compra, os valores a serem pagos totalizam R$ 181,6 milhões, com seus desembolsos alinhados com os fluxos da venda mencionada acima. Quando consideramos apenas a área performada dos empreendimentos, o cap rate de compra é de 7,25%, com perspectivas de chegar a 7,5% ao ano com a possível expansão da Decathlon Campinas.

  • [Seleção “premium” de fundos imobiliários] Veja quais são os 5 FIIs recomendados pelo analista Caio Araujo para buscar ótimos dividendos mensais. Baixe aqui o relatório gratuito.

O post BTLG11, HGLG11, HSML11 e mais dois FIIs: confira as notícias da semana sobre os fundos imobiliários apareceu primeiro em Empiricus.

advertising