advertising

Bitcoin foi o investimento mais rentável de janeiro e pode abrir caminho para as nanocoins; veja quais são as de maior potencial

Imagem representando as microcoins, que são projetos iniciais de criptomoedas que oferecem potencial de valorização e riscos específicos. nanocoins cripto bitcoin

O Bitcoin foi o ativo que mais se valorizou em janeiro. A criptomoeda subiu 2,75%, contra a baixa de 4,79% do Ibovespa – e bateu também o dólar, a renda fixa e os fundos imobiliários.

advertising

A alta é influenciada principalmente pelo cenário positivo que se desenha para o mercado de criptomoedas ao longo deste ano, como explicaremos em detalhes, com três eventos de grande porte.

Além disso, essa onda de valorização pode abrir caminho para ganhos ‘fora do comum’ de criptomoedas de baixa capitalização, em que aportes relativamente pequenos podem trazer valorizações exponenciais.

Os três gatilhos que devem sustentar o bull market do Bitcoin

1. Halving

A cada quatro anos, o número de novos Bitcoins gerados através da mineração é reduzido pela metade em um evento conhecido como halving. Esse processo ajuda a combater a inflação da moeda e historicamente tem resultado em um aumento no preço do Bitcoin. À medida que o fornecimento de novos bitcoins diminui, a demanda por eles tende a aumentar, elevando seu valor.

O próximo halving será o quarto na história, e existe a possibilidade de que possa ser o último a ter um grande impacto no mercado de criptomoedas. No halving de 2020, o Bitcoin valorizou 7,8 vezes depois do movimento e a expectativa dos analistas para 2024 é a de  multiplicar em até 4,2 vezes.

2. ETFs de Bitcoin

advertising

A aprovação da criação de fundos de índice negociados em bolsa (ETFs) para criptomoedas nos EUA é um verdadeiro marco para o Bitcoin. Os ETFs, além de representarem a institucionalização do mercado de criptomoedas, permite que grandes investidores despejem altos volumes de dinheiro nas criptomoedas, aumentando a demanda e fazendo subir o preço.

Embora o movimento de valorização não tenha sido imediato, ele deve se desenrolar ao longo dos próximos meses.

3. Corte de juros nos EUA

Quando as taxas de juros são reduzidas, os investidores têm menos incentivo para manter seus investimentos de baixo risco, como contas de poupança ou títulos do governo. Em vez disso, eles podem buscar ativos de maior retorno, como as criptomoedas, em busca de maiores ganhos. 

Portanto, um corte nas taxas de juros pode potencialmente levar a um aumento no valor do Bitcoin, pois torna os investimentos de risco mais atrativos.

E agora a expectativa é a de que, quando a inflação começar a ceder nos EUA, o Fed (BC americano) possa começar a reduzir os juros, que estão em um patamar muito alto para a média histórica do país.

Bitcoin é só a ponta do iceberg

Quando falamos em criptomoedas, o Bitcoin é, sem dúvidas, o que vem primeiro à mente, juntamente de outras mais óbvias, como o Ethereum. O que muitas pessoas não sabem é que há milhares de outras moedas alternativas e todos os dias são lançadas outras novas. 

Moedas que podem se aproveitar da valorização do Bitcoin e promover lucros ainda maiores aos investidores. Afinal, quando ele sobe, costuma arrastá-las juntas. 

Entre todas essas moedas, existem algumas que custam apenas alguns centavos de dólares e, além de se aproveitarem do Bitcoin, também têm potencial de valorizar múltiplas vezes

ACESSE A LISTA COM 20 CRIPTOMOEDAS QUE PODEM DISPARAR EM 2024

São criptomoedas que têm potencial muito maior por serem ainda pequenas, menos visadas e com muito espaço para crescerem.

Nanocoins: moedas de 1 dólar (ou menos) que podem multiplicar o seu patrimônio

Um exemplo é a Axie Infinity que, em janeiro de 2021, custava US$0,50 e, dez meses depois, acumulou uma rentabilidade de 32.000%. Quem investiu R$3.500 nela pôde transformar esta quantia em R$1 milhão nesse período.

Não é possível garantir que todas serão tiro certo, é impossível prometer isso. Contudo, dentre os milhares de projetos disponíveis, é possível analisar os fundamentos de cada um e descobrir as criptomoedas com maior probabilidade de disparar.

Essa é a missão de uma equipe especializada em blockchain da Empiricus Research, um time que investiga e explica de maneira detalhada as melhores oportunidades de lucro para seus assinantes.

Quem confiou nas recomendações da carteira Exponential Coins viu suas moedas acumularem um retorno de 1.799% desde sua criação, em 2017, e testemunhou a ascensão não só da Axie Infinity, citada anteriormente, como de outras moedas pequenas, que viraram gigantes.

GRATUITO: DESCUBRA COMO BUSCAR R$100 MIL COM PEQUENAS MOEDAS DIGITAIS

O melhor de tudo é que não é preciso arriscar grande. Com apenas uma pequena parte do seu patrimônio, você pode começar a investir nas nanocoins e buscar lucros expressivos.

O especialista Valter Rebelo, por exemplo, sugere uma aplicação de até 3% do patrimônio para buscar um retorno considerável sem correr riscos desnecessários.

Meta é transformar R$400 em R$100 mil com nanocoins

Com um investimento inicial de apenas R$400, os investidores dispostos a acompanhar a série irão buscar até R$100.000 a partir de 2024 usando as nanocoins como catalisadores do potencial lucro. 

Qualquer um pode buscar estes ganhos, mesmo que você não tenha uma fração de Bitcoin sequer na sua carteira. As criptomoedas já são realidade e você não quer ser aquele que vai perder esta oportunidade.

Se você tem apetite para arriscar R$400 e está disposto a investir nas nanocoins para buscar até R$100 mil a partir de 2024, inscreva-se no para liberar a lista das moedas da Empiricus e descobrir todo o passo a passo para investir nestas pequenas joias digitais.

O post Bitcoin foi o investimento mais rentável de janeiro e pode abrir caminho para as nanocoins; veja quais são as de maior potencial apareceu primeiro em Empiricus.

advertising