advertising

Assaí (ASAI3) tem queda de lucro no 4T23, mas segue ganhando participação de mercado; confira

Assai ASAI3

O Assaí (ASAI3) reportou um bom resultado operacional no quarto trimestre de 2023, em linha com as nossas expectativas de melhora sequencial para a companhia.

Plano de expansão de Assaí segue a topo vapor

advertising

A receita líquida da companhia alcançou R$ 18 bilhões no período, alta de 16% na comparação anual. O crescimento segue impulsionado pelo seu plano de expansão, que contou com 27 lojas inauguradas nos últimos 12 meses e, como destaque, o indicador de vendas nas mesmas lojas (SSS) voltou para o campo positivo e acima das nossas expectativas.

Enquanto esperávamos uma recuperação mais marginal no 4T23, devido aos efeitos da deflação de alimentos, a companhia reportou vendas nas mesmas lojas (SSS) de +3% e com expansão de volumes, também em mesmas lojas, de +1,2%.

Olhando para a concorrência, o Atacadão (CRFB3), por exemplo, reportou um indicador de SSS -1,7%. Não à toa, ASAI3 ganhou participação de mercado (+1,4 p.p no 4T23) por mais um trimestre.

Lojas convertidas continuam ajudando a desalavancagem

Em relação à performance das lojas convertidas, fundamental para o processo de desalavancagem da companhia, os números mantiveram a boa evolução apresentada nos últimos trimestres.

advertising

Inclusive, a surpresa no SSS pode ter vindo justamente da performance das conversões. Ao final de 2023, 64 lojas do programa estavam em operação, com maturação em linha com os objetivos iniciais de multiplicar por 3 vezes o faturamento em relação ao formato de hipermercados dentro de 2 anos.

Em termos de rentabilidade, na visão pré-IFRS 16, a margem Ebitda das conversões em fase avançada de maturação atingiu 5,6% (+0,2 p.p vs 3T23).

No 4T23, as despesas com vendas, gerais e administrativas representaram 9,1% da receita líquida, patamar ainda elevado em relação à média histórica em função do processo de maturação do grande número de lojas convertidas nos últimos trimestres. Contudo, em comparação ao 4T22, onde as lojas ainda estavam em um ponto mais curto na curva de maturação, vemos uma melhoria de 1 ponto percentual.

A expectativa é que essas despesas continuem sendo diluídas ao longo dos próximos trimestres e beneficiem a margem Ebitda do Assaí.

Assim, o Ebitda ajustado consolidado da companhia foi de R$ 1,4 bilhão no trimestre, alta anual de 23%, com margem Ebitda de 7,8% na visão pós-IFRS 16 (+0,5 p.p).

Na última linha do resultado, o Assaí reportou lucro líquido de R$ 297 milhões no 4T23, com margem de 1,9%. No ano, atingiu um total de R$ 710 milhões, ainda com forte pressão negativa pelo resultado financeiro.

Geração de caixa foi destaque

Do lado do fluxo de caixa, a geração de R$ 4,6 bilhões de caixa operacional no ano merece destaque, resultado pelo desempenho de vendas, boa rentabilidade em um cenário desafiador e gestão eficiente de capital de giro, que liberou R$ 1,2 bilhão em recursos. No entanto, a geração de caixa livre segue negativa em -R$ 965 milhões, pressionada pelo Capex elevado relacionado às conversões e os pagamentos ao GPA.

Por fim, a relação dívida líquida/ebitda ajustado na visão pré-IFRS 16 reduziu de 4,4 vezes no 3T23 para 3,8 vezes, mostrando uma evolução interessante no processo de desalavancagem, que é o principal tema para destravar valor para as ações da companhia. O objetivo da gestão é atingir 3,5 vezes ao final de 2024, o que achamos factível se mantido o ritmo de crescimento e evolução da rentabilidade das lojas.

O que esperar para Assaí daqui para frente?

Olhando para frente, os pagamentos referentes a aquisição dos hipermercados estão próximos de serem concluídos (~1T24), o que deve beneficiar a geração de caixa livre da companhia e o seu processo de desalavancagem.

Além disso, o bom desempenho das lojas convertidas, a expectativa de preços de alimentos mais estáveis no ano, volumes de vendas aumentando e os bons ganhos de market share, nos mantém construtivos com a tese de Assaí.

Ainda, dada a sua dívida elevada, a continuidade no processo de afrouxamento monetário deve ser favorável para as ações.

Embora o curto prazo ainda reserve volatilidade para ASAI3, a companhia está inserida em um dos setores mais resilientes da Bolsa e com boas perspectivas para esse ano. Negociando a 16x os seus lucros projetados para 2024, o Assaí (ASAI3) é uma recomendação de compra da Empiricus Research.

Além desta análise do resultado de Assaí, você pode receber direto no seu e-mail nossos comentários sobre os balanços corporativos do 4T23, com recomendações de investimento. Saiba mais aqui.

O post Assaí (ASAI3) tem queda de lucro no 4T23, mas segue ganhando participação de mercado; confira apareceu primeiro em Empiricus.

advertising