advertising

4T23 de Localiza (RENT3) demonstra casa em ordem para ultrapassar os desafios

Localiza RENT3

A Localiza (RENT3) divulgou seu resultado referente ao 4T23, que veio em linha com as nossas expectativas, com forte performance das linhas de Aluguel de Carros (RAC) e Gestão de Frotas (GTF), e Seminovos ainda como detrator.

Faturamento líquido expandiu 34% em 12 meses

advertising

O faturamento líquido no trimestre cresceu 34% na comparação anual, para R$ 7,9 bilhões. A capacidade de repassar preços nos aluguéis, tanto no RAC como no GTF, segue bastante evidente nos resultados. Ambas as divisões elevaram o ticket médio das diárias bem acima da inflação e ainda conseguiram aumentar o número de diárias em 2 dígitos.

O sucesso na implementação dessa estratégia, que busca reajustar os contratos de locação com base na nova dinâmica do mercado de veículos, é fundamental para que a companhia retome seus níveis históricos de rentabilidade.

O Ebitda consolidado atingiu R$ 2,9 bilhões, crescimento anual de 33%. Por linha de negócio, importante destacar que a Localiza fez um rearranjo de custos entre as divisões.

Os custos relacionados à preparação para venda de veículos saíram da linha de Seminovos (melhora margem) e foram alocados no RAC e GTF (piora margem). Para melhor efeito de comparação, vamos olhar o número sem essa mudança.

advertising

A margem Ebitda do RAC foi de 69%, forte avanço de 8,5 pontos percentuais, refletindo o crescimento de preços, volume e maior eficiência nos custos e despesas. A dinâmica em GTF é similar, com margem em 73%, ganho de 7,0 p.p.

O detrator segue o segmento de Seminovos, que reportou margem de -1,7% (vs 1,0% no 4T22), devido ao descolamento de preços dos carros novos e usados, frota mais rodada e condições para venda ainda desafiadoras (menor poder de compra do consumidor e crédito caro).

Lucro líquido superou expectativas

Por fim, o lucro líquido ajustado foi de R$ 751 milhões, superando nossas expectativas. A depreciação no trimestre veio melhor do que o esperado, mas muito em benefício de uma mudança na premissa de cálculo, que removeu os custos de preparação dos carros.

Assim, ainda não vemos uma inflexão na depreciação, mas dado o forte ritmo de renovação da frota e a melhor dinâmica de compra e venda apresentada no período, seguimos acreditando em uma normalização a partir do segundo semestre.

O ROIC Spread, importante métrica de rentabilidade, ficou em 4,1 pontos percentuais (+0,4 p.p vs 9M23 anualizado). O objetivo é retornar para 5 p.p ao longo deste ano, o que achamos bastante factível, em função da esperada queda na Selic, alguma redução na depreciação e crescimento operacional das linhas de aluguéis.

O que achamos dos resultados de Localiza?

Apesar do curto prazo ainda desafiador no mercado automotivo, a Localiza negocia a atrativas 14 vezes os seus lucros para 2024 (43% inferior à média dos últimos 5 anos), possui uma excelente gestão, amplas vantagens competitivas no setor, longo histórico de lucros consistentes e perspectivas de recuperação da rentabilidade ao longo deste ano.

Assim, reiteramos nossa recomendação de compra para RENT3.

Se quiser receber direto no seu e-mail outras análises gratuitas sobre os balanços do 4T23 como esta, é só se cadastrar aqui.

O post 4T23 de Localiza (RENT3) demonstra casa em ordem para ultrapassar os desafios apareceu primeiro em Empiricus.

advertising